17 Junho 2024

O mais recente projeto do Horizonte Europa, AGRO4AGRI, teve início nos dias 28 e 29 de maio, em Paterna, Valência (Espanha). A reunião de lançamento do projeto proporcionou um primeiro contacto entre todos os parceiros, onde cada um apresentou as suas valências técnicas e as contribuições previstas para o projeto.

Como membro do consórcio e líder de comunicação e disseminação, a FI Group Portugal esteve presente.

Com um financiamento europeu no valor de, aproximadamente, 5.3 M€, esta iniciativa procura fornecer soluções inovadoras para a nutrição e proteção de plantas tendo como objetivo a diminuição do uso de agroquímicos na agricultura e a minimização do seu impacto ambiental, sem esquecer a produtividade das culturas.

Consórcio do projeto AGRO4AGRI reunido pela primeira vez nas instalações do AINIA (Valência, ES) nos dias 28 e 29 de maio

Quem são os parceiros?

Este projeto é constituído por um consórcio que engloba 12 beneficiários e parceiros associados de 7 países. O AGRO4AGRI é coordenado pelo AINIA (ES), um centro tecnológico especializado com mais de 35 anos de experiência em I&D&I no setor agroalimentar, e conta com a participação do Centro Tecnológico CTC (ES), University of Southern Denmark – SDU (DK), Technical University of Denmark – DTU (DK),  Fundación Grupo Cajamar(ES), Research Centre Hoogstraten (BE), SIPCAM OXON (IT), Institute for Advanced Studies Vienna – IHS (AT), Syspro (ES), Mirat Fertilizantes (ES), FI Group (PT e ES), assim como a Optimat (UK), como parceiro associado.

Bruna Fonseca, responsável pela área de financiamento Europeu na FI Group Portugal, comentou: “Mais uma vez aproximamo-nos de um excelente conjunto de investigadores e tecnólogos, não só para os apoiar na divulgação e magnificação dos resultados obtidos durante a execução do projeto, mas também para diversificar e internalizar conhecimento, e assim aumentar a nossa competência na consultoria de inovação e da sustentabilidade, a mais recente unidade de negócio da FI Portugal. Adicionalmente, entusiasma-nos sempre, trabalhar com projetos audazes e disruptivos, que deverão contribuir para a diferenciação da economia primária europeia, alavancados numa abordagem de conceção segura e sustentável.

A coordenadora do projeto, Julia Ponce, comentou: “Estamos muito entusiasmados por coordenar este projeto com este consórcio extraordinário. Temos as expectativas bastante elevadas de que podemos contribuir de forma efetiva para alcançar uma agricultura mais sustentável e competitiva na Europa”.

AGRO4AGRI: mais eficiência e menor impacto ambiental na agroindústria

Através da implementação de sistemas de distribuição controlada de fertilizantes, baseados em nano e biotecnologia, e em combinação com bioestimulantes vegetais, o AGRO4AGRI visa potenciar a eficiência do uso de nutrientes pelas plantas. Por outro lado, o desenvolvimento de biopesticidas específicos, baseados na tecnologia de RNA de interferência (RNAi), evitará o uso de produtos químicos que não sejam o alvo dessas mesmas aplicações. Assim, o AGRO4AGRI tem como objetivo fornecer soluções agroquímicas que sejam biodegradáveis e seguras para os agricultores, enquanto reduz a quantidade de recursos necessários para a produtividade das culturas

Neste contexto, os resultados deste projeto europeu terão enormes impactos sociais e, ao mesmo tempo, contribuirão para combater os principais desafios ambientais associados às práticas agrícolas, tais como o uso excessivo de produtos fertilizantes e a sua ecotoxicidade, através do desenvolvimento e demonstração de alternativas agroquímicas seguras, sustentáveis e economicamente viáveis.

AGRO4AGRI: impactar as políticas e estratégias europeias para fortalecer a liderança no setor agroalimentar

As fases de I&D e validação do AGRO4AGRI preveem reduzir a utilização de elementos nutrientes na agricultura em mais de 40% e de pesticidas em mais de 50%, para estar alinhado com as políticas e iniciativas atuais, como o Pacto Ecológico Europeu, a Política Agrícola Comum (PAC) e a Estratégia do Prado ao Prato e ainda, com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

Consequentemente, este projeto visa influenciar significativamente as políticas e estratégias da UE, abordando a contaminação e degradação do solo, reduzindo o consumo de água, melhorando a eficiência dos químicos para a agricultura, minimizando a poluição das massas de água, promovendo a mudança para sistemas alimentares sustentáveis e, por fim, fortalecendo a competitividade industrial da UE e liderança no setor agroalimentar sustentável. Tudo isto será alcançado através da comercialização de soluções inovadoras, impulsionadas pelo foco crescente na agricultura sustentável, tanto na EU, como nos mercados globais.

Sobre o programa Horizonte Europa

Com um orçamento de 95,5 mil milhões de euros para o período 2021-2027, o Horizonte Europa é atualmente o principal programa de financiamento da União Europeia para projetos de investigação e inovação.

Ao mesmo tempo que apoia a I&I e reforça o Espaço Europeu da Investigação, o programa visa garantir que os desenvolvimentos da União Europeia nos domínios da ciência e da tecnologia têm um verdadeiro impacto nas respostas a desafios globais em áreas críticas como a saúde, a segurança e as alterações climáticas.

Joana Tarana, Communication & Dissemination Consultant for EU Projects