Partilhar

O turismo é um setor importante da economia portuguesa, que tem verificado um crescimento significativo nos últimos anos, pelo que interessa definir metas e objetivos para o futuro de forma a criar uma estratégia sustentada para este setor.

Neste sentido, em 2017 foi publicado um referencial estratégico para o turismo em Portugal com um horizonte temporal de 10 anos.

Esta Estratégia desenhada em 2017 e, enquadrada nas orientações do quadro comunitário de apoio 2021-2027, tem como objetivo definir ações a curto e longo prazo para tornar Portugal num destino cada vez mais competitivo, e que se revelam ainda mais importantes num cenário em que o Turismo é um dos setores mais afetados pela pandemia COVID-19. 

Foram considerados como eixos estratégicos para o Turismo os seguintes: 

  • Valorizar o território 
  • Impulsionar a economia 
  • Potenciar o conhecimento 
  • Gerar redes e conectividade 
  • Projetar Portugal 

Na concretização das linhas de atuação de cada eixo, serão tidas em conta a sustentabilidade económica, social e ambiental, tendo sido definidas metas para os 8 objetivos estratégicos considerados neste âmbito:

Da análise efetuada, às potencialidades e fragilidades internas e às ameaças e oportunidades externas, foi desenhado um plano em que se destacam como desafios globais para a próxima década, as pessoas, a coesão, o crescimento em valor, o turismo todo o ano, a acessibilidade, a procura, a inovação, a sustentabilidade, a simplificação e o investimento. 

Para cada um dos eixos foi definida uma estratégia de operacionalização dos mesmos, com objetivos específicos em termos de tipologias de projetos prioritários (esta informação pode ser consultada através do seguinte link). 

A operacionalização deste plano estratégico será gerida e monitorizada pela Entidade Gestora do Turismo de Portugal, os Laboratórios Estratégicos de Turismo (LET) e o Fórum Nacional de Turismo. 

Com os desafios e metas definidos, Portugal quer afirmar o turismo como hub para o desenvolvimento económico, social e ambiental em todo o território, posicionando Portugal como um dos destinos turísticos mais competitivos e sustentáveis do mundo. 

A questão da sustentabilidade é realmente um pilar importante da estratégia do setor e, em outubro de 2020, no sentido de reforçar a sua importância e de retomar o setor pós COVID-19, foi lançado o Plano Turismo + Sustentável 20-23.

Este plano vem no fundo realçar a importância de Portugal se posicionar como um destino turístico sustentável e seguro, fazendo também realce à economia circular que é uma das temáticas com grande importância a nível ambiental.

Neste sentido, o setor deve olhar para estes temas como oportunidades para o crescimento futuro. 

O plano Turismo + Sustentável define 4 eixos de atuação: 

Para cada eixo estão estruturados projetos (podem ser consultados através do link) a desenvolver no sentido de atingir os objetivos definidos.

O Turismo de Portugal será a entidade responsável pela implementação do plano de ação em colaboração com os parceiros institucionais identificados.

Com o plano de ação pretendem-se atingir metas até 2023, como o incremento de 50% de empreendimentos turísticos com sistemas de eficiência energética, água e gestão de resíduos; a eliminação de plástico de utilização única em 50%; garantir o selo de Clean&Safe a mais empresas do setor, atingir os 50 mil profissionais com formação nas áreas da sustentabilidade e atingir as 500 referências internacionais sobre a oferta turística sustentável em Portugal.