Partilhar

Ursula von der Leyen já deu “luz verde” ao plano de recuperação e resiliência português e diz que primeiros fundos chegam em julho. “Hoje, a Comissão Europeia decidiu dar luz verde ao plano de recuperação e resiliência português, no valor de 16,6 mil milhões de euros, o primeiro a ser aprovado pela Comissão. (…) Em suma, ajudará a construir um futuro melhor para o povo português. Estaremos ao lado de Portugal em cada passo do caminho. O seu sucesso será o nosso sucesso. Um sucesso europeu”.

A análise da Comissão considerou que os investimentos e reformas contidos no plano de Portugal apoiam as transições verdes e digitais, contribuem para enfrentar os desafios identificados no Semestre Europeu, além da criação de emprego e a resiliência económica e social.

Em causa estão 16,6 mil milhões de euros de financiamento total que deverão ser realizados até 2026. Deste montante 2,7 mil milhões de euros são empréstimos, sendo o restante a fundo perdido, sendo que a primeira parte deste fundo chegará já em julho.

As verbas surgem do Mecanismo de Recuperação e Resiliência, avaliado em 672,5 mil milhões de euros e elemento central do “NextGenerationEU”, o fundo de 750 mil milhões de euros aprovado pelos líderes europeus em julho de 2020 como resposta à crise económica, financeira e social provocada pela pandemia Covid-19.

O Conselho terá agora mais quatro semanas para aprovar os PRR por maioria qualificada, com o processo a ficar posteriormente concluído após a assinatura do contrato entre o governo português e o executivo comunitário.